My Photo
Name:
Location: Salvador, BA, Brazil

O blog da banda Mensageiros do Vento se propõe a ser um mural de pensamentos catalizadores de mudanças positivas. O pensamento determina a realidade! Comentários e colaborações são bem-vindos! Para postar sua mensagem como um tópico, envie o texto para: mensageirosdovento@gmail.com Visite o site da banda: http://www.mensageirosdovento.com.br

Tuesday, January 19, 2010

Tocadas – Sarau da Casa da Música – 18/01/10




Eu soube que a tocada seria boa logo cedo, quando fui entrar no banho e vi uma esperança no chuveiro junto comigo. Sempre fico muito feliz ao ver esse bichinho verde! Não vejo mal algum em seguir a sabedoria popular quando isso me faz contente!

Fomos cedo para a passagem de som. A verdade é que gostamos demais de tocar na Casa da Música, e a oportunidade de fazer um som à vontade antes que o Sarau para valer começasse parecia simplesmente irresistível. Aquele lugar estrategicamente posicionado às margens do Abaeté certamente tem algo de especial. Ali a música é realmente celebrada, cultuada!

Não soma pouco para a energia da Casa da Música a exposição permanente da Fobica, um pedaço de importância descomunal da história da música no Brasil. Aqui, senhoras e senhores, nasceu o carnaval!



Rolou um pouco de tudo durante a passagem de som. Duas caixas que se recusavam a falar deram bastante trabalho para Leo. Enquanto isso, nos divertíamos numa jam roquenrou com direito até a uma improvisada versão de “Paranoid” do Black Sabbath para a guitarra baiana!!!



Pouco antes de começar, como sempre, aquele friozinho na barriga. Sempre dá uma emoção diferente tocar na Casa da Música, não tem explicação. Fabricio bocejava sem parar e acabou me contagiando. Ou então fui eu que bocejei primeiro e passei pra ele. Já Macário, que naquela noite estreava não só nos Mensageiros do Vento como também na Casa da Música, estava pilhadíssimo e muito engraçado como sempre!



Nosso querido Amadeu Alves abriu lindamente os trabalhos da noite com uma música de autoria própria que vou caçar para tocar em nosso programa de rádio. Uma levada de viola muito gostosa “na beira do mar”! Amadeu está fazendo história com sua brilhante administração da Casa da Música.

E enfim começamos! Só quando estávamos pisando no “palco” foi que percebi que aquela era a nossa primeira apresentação do ano, pois desde a tocada do réveillon havíamos ficado só ensaiando. Não fazia ideia de que eu estava com tanta fome de tocar. Nem sei o que deu em mim, parece até que baixou um santo: pulei, rebolei, me contorci, só não me descabelei, mas curti muito muito muito! Breve estava banhado de suor e feliz da vida.



E que maravilha que eu não estava sozinho! O público foi bem maior do que esperávamos, muita gente que saiu de casa para assistir os Mensageiros, muita energia carinhosa que estávamos recebendo. Muita gente dançou, muita gente cantou junto, e todo mundo curtiu essa linda energia da música!

Começamos pela autoral “Pela Rua”, que foi recebida esfuziantemente! E a partir daí foi só alegria: “Pescador de Ilusões” (O Rappa), “Segundo Sol” (Cássia Eller), “Eva” (Rádio Táxi), “Tente Outra Vez” (Raul Seixas) e “Esse Tal de Roque Enrow” (Rita Lee).



Amadeu havia nos incumbido com a grande honra de sermos os anfitriões da noite. Por isso é que logo convidamos os amigos dos Willson’s, capitaneados pelo caríssimo Luciano Santedícola. Estamos gostando cada vez mais do som dos Willson’s!!! Mandaram muito bem no repertório autoral e no ótimo cover de “Núcleo Base”, minha canção predileta do IRA! Massa!!!



Retornamos com o bloco Jovem Guarda: “Estúpido Cupido” (Celly Campelo), “O Bom” (Eduardo Araújo) e “Festa de Arromba” (Erasmo Carlos). Depois duas estreias de cover: “Caleidoscópio” (Os Paralamas do Sucesso) e “À Francesa” (Cláudio Zolli). E encerramos com mais uma autoral: “A Coisa Mais Bela do Mundo”. Tudo isso em meio a muita dança e alegria e trocas de declarações de amor entre a banda e o público, como formam um lindo casal quando estão em comunhão!



Foi então que tivemos a deliciosa surpresa da chegada de Dom Lula Nascimento. Que alegria tocar com mestre Lula novamente! Levamos “Something” e “While My Guitar Gently Weeps” do George e “Stand By Me” a partir do John, é claro que tudo misturando rock e muito jazz!!! É claro que ao final aplaudimos e reverenciamos Dom Lula!





Como havia energia e alegria sobrando para tanto, fizemos ainda um bis com Macário, encerrando essa linda noite: “Meu Erro” (Paralamas). Estamos tocando Paralamas com muita convicção, agora que temos a mesma formação: como é bom tocar num Power trio!



Muitos agradecimentos e parabéns a todos que se fizeram presentes, pois ajudaram a tornar o mundo mais bonito com suas energias e consciências.



Avante o Vento!

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home